17
janeiro

A internet cada vez mais presente na busca pelo imóvel

Hoje o Brasil tem mais de 78 milhões de usuários de internet, seja conectado em casa, no trabalho, na lan house ou no celular.

Temos uma população cada vez mais digital. Segundo dados do Ibope, 62% da população de Salvador acessou a internet nos últimos 3 meses.

Esse imenso contingente de consumidores conectados começa a alterar significativamente o vetor do marketing, mudando a dinâmica da comunicação das marcas com seus consumidores, forçando a mudanças nas estratégias de marketing para atender os novos consumidores.

No final de 2011 dois fatos relacionados ao mercado imobiliário foram notícias em publicações especializadas, demonstrando a mudança no comportamento do consumidor no processo da escolha do imóvel, onde a internet passa a ser cada vez mais presente.

O primeiro foi uma matéria do Valor Econômico sobre um estudo da ComScore que apontava um aumento significativo de tráfego nos sites imobiliários em São Paulo.

A matéria destacava que mesmo com o desaquecimento nas vendas dos imóveis em SP, a audiência nos sites imobiliários (incorporadoras, imobiliárias e classificados on-line) teve aumento de 18% no mês de outubro/2011, contra 16% da audiência total da internet.

O outro fato foi o evento “Think Real State”, realizado pelo Google. No evento o Google apresentou resultados de uma pesquisa realizada em parceria com a TNS, que buscava “entender melhor a demanda e relevância da internet no processo de decisão na compra e aluguel de imóveis”.  Vejam o vídeo abaixo.

 

A pesquisa traz inputs interessantes que reforçam a alta relevância da internet como fonte de informações para identificar as melhores opções de imóveis:

  • Segundo a pesquisa, 56% do processo de decisão de um imóvel é realizado on-line. E as ferramentas de busca têm alta influência tanto nas fases iniciais quanto no final do processo de escolha do imóvel;
  • As maiorias dos respondentes visitam mais sites do que lojas físicas, incorporadoras ou imobiliárias;
  • A internet ajuda o usuário a ter mais informações no processo de decisão – comparar preço, localizar imóveis, ver fotos e vídeos;
  • O acesso à internet acontece em diversas plataformas – Computador em casa, computador no trabalho, celular, acesso público e tablet. Computador em casa ou no trabalho lidera os acessos, mas celulares e tablets já respondem por um volume significativo de acessos.

Tanto a matéria do Valor Econômico quanto a pesquisa do Google apontam a importância que a internet assumiu no processo de compra, no caso do mercado imobiliário, na busca por informações que ajudem no processo da escolha e decisão do imóvel. Com certeza podemos afirmar que a internet passa a ser o ponto de partida nesse processo.

Os grandes players do mercado já estão bem na frente nesse sentindo. É cada vez mais comum que campanhas de lançamento imobiliário contemplem sites, blogs de conteúdo, marketing de busca, mídia display, QR codes, realidade aumentada, concursos culturais, redes sociais, aplicativos para smartphones, games, geolocalização etc.

Um esforço horizontal e consistente que gera frutos. As grandes marcas divulgaram nos últimos 2 anos que aproximadamente 20% das vendas foram resultado de ações digitais. Um resultado extremamente positivo.

O fato é que passa a ser cada vez mais difícil planejar estratégias de marketing imobiliário sem pensar no digital, pelo simples fato de que o target (independentemente da classe social) está cada vez mais digital.

Mas a internet não deixa de ser uma novidade em constante (e rápida) evolução, assim como o marketing digital. As marcas ainda estão em fase de aprendizado de como atuar de forma eficiente no meio. Mas temos que acelerar esse aprendizado, já que nosso consumidor largou na frente.

Com mais de 10 anos de experiência de mercado, Bruno Trindade é Gerente de Planejamento da Ideia3. Formado em Administração e MBA em Marketing pela UFS - Universidade Federal de Sergipe - e MBA em Comunicação Corporativa pela Unifacs.
Passou pelo Marketing de grande construtoras como Norcon, Rossi e ARC Engenharia e atualmente desenvolve Planejamento Estratégico Integrado para clientes como Consil, Syene, Iberostate, Costa Andrade, Fator, Novapex, Nova Dimensão e outros.

*O conteúdo de cada artigo postado neste blog é de exclusiva responsabilidade do autor.
Postado por Ideia3 Comunicação às 15:09
3Comentários

Comentários

Laura Santana disse:

Comentário realizado em 27 de janeiro de 2012 às 14:01

É realmente o que estamos vivenciando, tendo que nos adequar e enquadrar ao que está surgindo, pois o cliente às vezes sabe mais do produto que a gente. E é muito importante que as empresas estejam capacitadas, com profissionais aptos para essas ações.

Mel Oliveira disse:

Comentário realizado em 27 de janeiro de 2012 às 14:15

Verdade Laura. Você como cliente tem acompanhado com a gente o crescimento na busca pelo imovel atraves da internet. O que precisa é o investidor perceber a força da ferramenta e a possibilidade de um ROI sempre positivo.

Bruno Trindade disse:

Comentário realizado em 19 de maio de 2012 às 13:48

Só para complementar o assunto, o marketing imobiliário foi matéria de capa da revista Marketing de abril/2012 . As estratégias digitais foram destaque na matéria.
Segue o link para a matéria completa – http://goo.gl/tx3Mr

Deixe seu comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios estão marcados com *.

Salvador » 71 3273.3333 | São Paulo » 11 2626.5333
Rua Alceu Amoroso Lima, 470 - Caminho das Árvores - Salvador/BA
Opus Comunicação